• 11 de dezembro de 2018 Meu primeiro Vlog!

    Leia Mais

  • 28 de julho de 2017 O título do post vai aqui!!!
    28 de julho de 2017 O título do post vai aqui!!!
    7 dezembro 2018

    Presentes de Níver (2016)

    Oii Genthiii!!

    Hoje vou dar uma “filovesofada” por aqui …

    Nossa, lembro bem quando tinha meus 14, 15 anos e sonhava com os meus 18 pois tinha certeza que, “dezoitão” era o pico! E olha que, na minha época (socorro, falei “minha época”! Agora me senti velha mesmo!!rss) a maioridade era 21!

    Detalhe, queria fazer 18 mas ninguém me prometeu festa, carro nem viagem… aliás, quando eu tinha 17 anos, achava o máximo quando minhas amigas ricas diziam: “Ai, meu pai falou que posso escolher um carro de até tantos mil reais” ou “Ai, estou vendo os meusssss vestidos pra minha festa e já escolhi meu carro”… Whaaaat??? Na minha casa, fazer aniversário é algo para ser comemorado sim, mas nada demais! Tome um Parabéns, um Bolo e um Presente! Fim! Hahaha E, mesmo assim, era mara!!!

    Virava o ano eu já sabia em qual dia da semana cairia meu níver; já ia dando umas indiretas do que queria ganhar mas sempre soube da minha realidade e, sinceramente, isto nunca foi um problema para mim! Minha mãe era professora de Educação Artística, num colégio particular e, minha irmã e eu, tínhamos bolsa de estudo neste colégio. Sempre convivi com pessoas muuuuito mais ricas que eu, que tiveram festas incríveis e recebiam presentes que, até hoje, não consegui comprar…tipo… um carro!rss Mas eu esperava pelo meu níver ansiosamente, com muita expectativa do que aquele novo ano (e a aproximação dos meus tão almejados dezoitão!rss) me traria! Quando chegava o mês julho eu já fazia a contagem regressiva, em vóz alta, para ter certeza de que ninguém esqueceria da data, do bolo, do presente…rss

    Sempre amei surpresa e, cada presente que eu ganhava me alegrava demais! Aii aqueles pacotes com lacinhos… aquele barulhinho de papel de presente, ahhh eu amo D+ ganhar presente! Amoooo!!! (Boba eu, né?!)

    Até que, finalmente, chegou os 18! Ufa! Finalmente a minha vida tomaria o rumo que ela deveria tomar, eu saberia o que fazer, aonde ir, como ir, quem fui, quem sou, quem serei, aonde estou e aonde quero chegar… uma nova fase, um novo eu, repleto de experiencias e sabedoria conquistadas ao longo de uma vida vivida em 17 anos…  enfim, aquilo que todos nós nos transformamos quando completamos 18 anos … em nada!hahaha

    Uma pausa neste momento para VOCE que tem 18 ou, vai fazer 18, calma! Você vai entender o que eu estou dizendo!

    Continuando…

    Chega os 18 e nada muda!rss Você simplesmente cai na real de que, no dia seguinte, você tem 18 anos e 1 dia e, nada, simplesmente NADA, mudou! Talvez, você seja um sortudo que tem um carro novo na garagem e umas fotos lindas de uma festa mara que ganhou dos seus pais mas, de resto, nada mudou! Você ainda tem que ir ao colégio, escolher uma profissão, prestar vestibular, completar a faculdade e, em muitos casos, trabalhar em algum lugar que não exija nada além do que os seus 18 anos podem oferecer! Simples assim! Uauu que choque de realidade! Mas acredite, é uma fase incrível… cheia de descobertas, frustrações, erros e acertos … e que passa voando!

    Voa tanto que, quando você menos esperar páaaah! Outro choque de realidade, porém, com muito mais intensidade, sem aviso prévio, numa velocidade surreal – cadê aquela espera terrível dos 14 aos 18?? – e, num piscar de olhos, 12 anos parecem 12 meses e … TRINTOU! Caraaaa, trin-ta!!! Trinta anos!

    Curuuuuzesss!!! Quando você é adolescente, quem tem 30 anos é velho! Quem tem 30 anos é maduro, “tem que” estar casado e “tem que” ter filho! Quem tem 30 anos, não sonha mais porque já realizou tudo, afinal, dezoitão fez isso acontecer, não?! Quem tem 30 anos, tem passado, presente e futuro planejado, concretizado e finalizado! Quem tem 30 anos, não precisa de completo só precisa dizer: “Oi, eu tenho 30 anos!” Ponto! Já é auto explicativo! Ter 30 anos é isso… é não precisar fazer perguntas porque, agora, você tem todas as respostas! #sqn

    Ai ai, será que só eu vivi essa ilusão?! Será que só eu trintei e me vi, não realizada profissionalmente, não casada, não mãe… não, não e não?! E mais, será que só eu perdi aquela ansiedade de comemorar meu níver pois, envelhecer, tornou-se um problema e não mais um motivo para ser comemorado?!

    É, passei por essa fase e sei que, como eu, muitas pessoas também passam por isto! e digo, com arrependimento de quem perdeu muito tempo “não vivendo”, quer você comemore quer não, os anos passarão, você vai envelhecer e o que realmente importa nessa passagem é “como eu vou passar de fase”! Sim, fases, como num jogo de video game!

    O jogo “VIDA” tem fases que precisam ser vencidas e, enquanto percorre cada etapa, você vai acumulando pontos (moedas, armas, força) até vencer aquela fase! Cada fase vencida você ganha coisas boas e ruins mas não deixa de ser uma vitória! Você irá para a próxima fase com algumas feridas, marcas e cicatrizes mas, em contrapartida, com experiência, sabedoria, resistência, auto-conhecimento!  E, a cada fase vencida, comemore, independentemente das perdas, você passou de fase… Parabéns! O Jogo só termina no Game Over!

    Poderia ficar escrevendo horas mas ficaria gigante!hehe Mesmo com essa minha fase “na Bad” se tem uma coisa que não ficou para trás em fase nenhuma, foi a minha felicidade em ganhar presentes!!!haha Ai ai, que cara de pau! Mas eu amo mesmo, com todas as minhas forças! E quando o pacote é grande, nossa, eu já fico imaginando váaarias coisas legais… rss Minha mãe conta que, quando eu era criança, a morte era eu abrir um presente, e ter um pijama!!hahaha Aii, até hoje não curto pijama!! Acho que é trauma!rss Se for pra ter um pijama, que seja de unicórnio, panda, porquinho, caso contrário, me dê outra coisa porque eu prefiro dormir pelada, obrigada! 😉

    Nesse vídeo, acho que dá para ver a minha cara de felicidade com os meus presentes! Confesso que fazia anos que eu não ganhava tantos presentes, aliás, estava numa pindaíba de presentes que, envelhecer, estava sendo pesado demais!

    Genthi, apofavô, essa é a fase da vida que precisamos da colaboração de todos para contrabalancear o peso da idade e, isto, só é possível com comida gorda e presentes, plss, sejam Luz! =p

    Agora que já “filovesofei” e dei o meu recado hahaha, aperta o play e vem ver meus presentes!! Só de lembrar, já fico feliz!

    Ahh e só para fechar, você que está triste porque a sua vida não está como você planejou antes dos dezoitão, comemore mesmo assim! Viver é um presente, poder envelhecer é um privilégio! Comemore o seu hoje, sonhe, planeje, acredite e… viva! Sua mudança pode acontecer amanhã, você precisa estar pronto para recebe-la! Sentir-se triste é normal, faz parte, viver triste não!

    “O coração do homem pode fazer planos, mas a resposta certa vem dos lábios do Senhor. Todos os caminhos do homem são puros aos seus olhos, mas o Senhor pesa o espírito. Confia ao Senhor as tuas obras, e os teus desígnios serão estabelecidos.” (Provérbios 16:1-3)

    Bjoo

    Looks do dia